Menu principal
 

Objetivo

Proporcionar a formação do Engenheiro Mecânico, capaz de desenvolver com excelência as atividades pertinentes a sua profissão guiada por princípios éticos e de cidadania, comprometido com as necessidades da sociedade na qual está inserido.

Específicos

  • Destacam-se como objetivos específicos do curso, formar as seguintes características no profissional:
  • Rápida adaptação à mudança tecnológica e integração à estratégia de negócios;
  • Visão de novas oportunidades, trabalho em equipe, visão de mercado e atitude empreendedora;
  • Proporcionar soluções viáveis, realistas e objetivas para os problemas do cotidiano da indústria;
  • Trabalhar em equipes multidisciplinares, possuindo larga base científica e capacidade de comunicação;
  • Capacidade de desenvolver seu p Criar, projetar e gerir intervenções tecnológicas;
  • Atuar como transformadores sociais visando o bem estar social;
  • Avaliar os impactos sociais e ambientais de suas intervenções, reagindo eticamente. róprio conhecimento;

 

Atuação

O campo de atuação de um Engenheiro Mecânico envolve um conjunto de habilitações amplo e diversificado, como: manutenção industrial, dimensionamento estrutural, projeto e seleção de  materiais, auto-veículos, metrologia, controle de vibrações e ruído, qualidade, processos de fabricação, projeto de moldes e matrizes, fontes de energia, conforto ambiental, ventilação industrial, transformação de plásticos, meio ambiente, projeto de produto, instrumentação, sistemas de refrigeração, aerodinâmica e análise computacional.

Para citar alguns campos de atuação:

Indústria Metalúrgica: na indústria, o engenheiro é responsável por realizar e conduzir projetos, organizar a produção, gerir suprimentos e recursos, comandar equipes e até mesmo gerenciar setores de projeto, podendo chegar, ao longo da carreira, a assumir postos de direção.

Indústria Petroquímica: neste tipo de indústria, o engenheiro mecânico pode desenvolver projetos que envolvam bombeamento, refino, processamento e distribuição de produtos petroquímicos, ser responsável por equipamentos da planta ou atuar na gestão de equipes.

Indústria Automobilística: o engenheiro mecânico ganha espaço na indústria automobilística em praticamente toda a cadeia de produção, indo desde a gestão de produção, passando por projeto de componentes, sistemas de refrigeração, motores, suspensão e carroceria e chegando à gerência de projetos e direção geral.

Bancos: engenheiros são solicitados nos bancos em áreas de análise de investimentos. A característica de forte formação matemática somada à grande capacidade de análise e síntese do engenheiro, torna-o um excelente analista de mercado.

Setor Público: No setor público, o engenheiro mecânico ganha lugar em prefeituras e governos estadual e federal, auxiliando no desenvolvimento regional, através de seus conhecimentos de projeto e gestão e atuando em setores de fiscalização e condução de obras.

Em resumo, devido a sua grande capacidade de raciocínio lógico, conhecimentos matemáticos e poder de síntese e análise, são muitas as possibilidades de carreira e atuação no mercado de trabalho para o engenheiro mecânico.

Laboratórios

O IFC Luzerna possui estrutura laboratorial diversificada e totalmente equipada para propiciar atividades práticas que complementam e colocam em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, de modo a permitir a experiência do aluno em atividades comuns à profissão do Engenheiro Mecânico.

Laboratório de Eletroeletrônica
Laboratório de Máquinas e Acionamentos Elétricos
Laboratório de Pneumática e Hidráulica
Laboratório de Informática Industrial
Laboratório de Projeto Integrador
Laboratório de Química
Laboratório de Física
Laboratório de Biologia
Laboratório de Informática 1
Laboratório de Informática 2
Laboratório de Informática 3
Laboratório de Segurança do Trabalho
Laboratório de Metrologia
Laboratório de Ensaios Mecânicos e Metalúrgicos
Laboratório de Usinagem CNC
Laboratório de Usinagem Convencional
Laboratório de Soldagem
Laboratório de Processos Metalúrgicos
Laboratório de Ciências Termofluidas
Laboratório de Soldagem
Laboratório de Projetos

Justificativa

A região oeste do estado, formada por 122 municípios, possui um parque industrial voltado para o setor agroindustrial, o qual responde por quantia significativa das exportações catarinenses. Para atender a esse complexo, instalou-se na região um grande número de micros e pequenas empresas do setor eletroeletrônico e metal-mecânico, carentes de mão de obra especializada no setor de montagem e manutenção de equipamentos, automação de processos, controle de qualidade e organização da produção.

Estudo realizado pela Fundação Dom Cabral (2014) com a participação de 167 empresas dos mais diversos setores, e que juntas representam 23% do PIB brasileiro, mostram a carência de profissões no país. ​Na pesquisa, pode-se observar que a categoria de técnicos representa a maior dificuldade para contratação, e a maior problemática é a falta de qualificação.